div id="102-3" style="position: fixed; right: 10px">

FMF anuncia mudança de época (ainda não oficial)

FMF

Por meio de anúncio feito e datado de 8 de outubro de 2020, a Federação Moçambicana de Futebol informa as datas da nova temporada futebolística, que começa a 1 de novembro e termina a 31 de julho de 2021, sem que haja diferença de horário, que carece de aprovação pela Assembleia Geral . O FMF também declara o mercado de câmbio e datas de exclusão de avaliação para os clubes que ainda não têm permissão para a nova temporada.

Foi através da justificação legítima n.º 61 / FMF / D / 2020, que a Federação Moçambicana de Futebol se deu conta das escolhas tomadas no encontro do chefe do Executivo, que decorreu esta quarta-feira, nos seguintes focos:

MUDANÇA DE ÉPOCA

A Federação Moçambicana de Futebol afirma as datas de início e fim da temporada de futebol 2020/21, sendo específicas 1 de novembro de 2020 como data de início e 31 de julho de 2021 como data de fim.

Posteriormente, os eventos públicos de futebol, com acentuação nos Campeonatos de Mozambola e Provinciais, deverão ocorrer entre novembro de 2020 e julho de 2021, sem de modo algum significar diferença de época, uma vez que não conta com o apoio da Assembleia Geral, o que irá decorrer em Novembro próximo.

Afinal, a Federação Moçambicana de Futebol adverte que as datas da época de vestir podem não ser oficiais, impulsionadas pelo desenvolvimento da pandemia de COVID-19, cessação de rivalidades, assim como possíveis alterações ao calendário global a caracterizar pela FIFA e CAF.

MERCADO DE TRANSFERÊNCIA

No que diz respeito ao alistamento de jogadores por clubes, o anúncio da Federação Moçambicana de Futebol revela que a janela principal deverá decorrer entre 01 de novembro de 2020 e 22 de janeiro de 2021, mantendo-se a janela subsequente para o longo período de abril de 2021. Em qualquer caso, nestas datas além disso, exigem o endosso da Assembleia Geral da FMF.

A verdade é que os clubes, dirigentes, competidores e mentores associados alistados para as ocasiões de 2020, com o ciclo de inscrições devidamente legitimados e que pretendam restaurar para a temporada 2020/2021 em clube semelhante, serão excluídos de qualquer parcela de acusa, em virtude da ausência de movimentação séria de competidores, a Casa do Futebol escreve em edital.

Adiante, a Federação Moçambicana de Futebol também descobre que se prevêem cobranças pela inscrição de novos clubes e pelo novo alistamento e mudança de concorrentes.

LICENCIAMENTO DE CLUBES

No que diz respeito à medida de licenciamento de clubes, a FMF afirma que é exigida aos clubes em rivalidades percebidas pela entidade que tutela o futebol moçambicano, em particular, para a primeira divisão do Campeonato Nacional de Futebol, títulos comuns, provas de abertura e diferentes títulos divulgados pela FMF .

Nesse ínterim, obtido a partir da pandemia COVID-19, a diretoria da FMF concluiu que todos os clubes estarão isentos de pagar despesas de autorização na temporada 2020/21, até mesmo tendo em vista o fato de que o ciclo que foi feito nesta temporada, continuará servindo na temporada seguinte. temporada que começa em novembro.

Em explicação semelhante, o FMF repete que para as rivalidades africanas, conforme apontado pela rodada do CAF, até 20 de outubro de 2020, o FMF deve transmitir ao CAF o resumo dos clubes autorizados e enviar toda a documentação necessária. Ou seja, Costa do Sol e União Desportiva de Songo serão afirmados no dia 20 de outubro como agentes públicos da Liga dos Campeões e da Copa CAF, individualmente.

ESTÁDIOS E CAMPOS PARA JOGOS OFICIAIS

Por fim, no respeito pela franqueza dos Estádios e Campos dos jogos legítimos, a FMF educa que é seu dever, em conjunto com as Associações comuns e a Liga Moçambicana de Futebol, examinar os campos que vão ter jogos sob a égide da a entidade que tutela o futebol moçambicano e as rivalidades dos seus particulares.

Assim, o FMF insta todos os clubes a fazerem tentativas para garantir que suas arenas e campos atendam às condições estabelecidas nas diretrizes das arenas FMF.

Com estas medidas comunicadas pela Federação Moçambicana de Futebol, abre-se a oportunidade de arrancar com o Mozambola 2020 nas datas previstas pela Liga Moçambicana de Futebol, com novos acordos para jogadores e mentores, assim como garantido o alvará dos clubes, a serem pontuais em Novembro , requerendo aprovação do Presidente da República.

Medida semelhante será utilizada para títulos comuns, oposição composta pela Federação Moçambicana de Futebol em organização com as Associações Provinciais de Futebol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *