div id="102-3" style="position: fixed; right: 10px">

ESPANHÓIS DIZEM QUE MESSI E COMPANHEIROS PODEM RASGAR CONTRATOS COM O FC BARCELONA SE NÃO ACEITAREM REDUÇÃO SALARIAL

Barcelona

Tendo em conta a diminuição das receitas em cerca de 170 milhões de euros durante a época de vazantes e vazantes desportivas devido à pandemia de Covid-19, a direcção do FC Barcelona pretende diminuir o financiamento que paga de forma consistente aos jogadores do grupo principal a medida alargada outras trabalhadores do clube.

Seja como for, a medida não pode ser tomada isoladamente sob o fundamento de que, do contrário, pode suscitar a maior cobrança de estrelas de um clube experiente do futebol, entre os quais está um jogador que sozinho conquistou seis bolas de ouro: o argentino Lionel Messi.

No que se refere ao atleta espanhol Sport, esta quarta-feira a organização do FC Barcelona, ​​dirigida pelo presidente Josep Maria Bartomeu, senta-se à mesa organizadora com procuradores que passaram um tempo significativo no Direito do Trabalho e com dirigentes de RH do clube catalão com o ponto de concordar sobre cortes salariais .

A organização espera chegar a acordo até ao dia 5 ou 6 de Novembro e, segundo arquivo que acaba de chegar aos agentes de jogadores e trabalhadores do clube, confessa diminuir as compensações de forma singular.

Atualmente, é absolutamente agora que a questão está na administração do FC Barcelona. Caso Josep Maria Bartolomeu force singularmente a diminuição das indemnizações, os jogadores do grupo principal, por exemplo, Messi, Griezmann e o português Trincão, terão a opção de recorrer ao direito do trabalho para rescindir os seus contratos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *