BARCELONA É ELIMINADO EM PLENO CAMP NOU PELO EINTRACHT FRANKFURT

LIGA EUROPA

Depois do empate por 1-1 na Alemanha, a equipa de Gonçalo Paciência (suplente não utilizado) foi para a Catalunha vencer por 3-2, em jogo arbitrado por Artur Soares Dias.

No quarto minuto, depois de uma falta de Eric García na zona de castigo, o sérvio Filip Kostic, de pênalti, marcou o primeiro golo da noite. Mais uma vez aos 36′, o extremo alemão estaria no centro das atenções, mas com o passe que encontrou Rafael Santos Borré para o segundo: a 30 metros do objectivo, o avançado colombiano finalizou uma bomba que acabou por acabar na baliza de Ter Stegen .

Na última parte, a equipa de Xavi Hernández tentou responder, mas sem impacto pragmático e acabou por ser Frankfurt que indignava o placar.

No 67º minuto, num belíssimo remate cruzado, Filip Kostic voltou a bater Ter Stegen e aumentou para 3-0, mas de qualquer forma haveria a oportunidade ideal para a resposta blaugrana. Depois de um gol anulado pelo VAR por impedimento de Sergio Busquets, os catalães diminuíram em um tremendo remate de fora da área do meio-campista e chegariam em 2-3, a 90+11, em uma conversão de grande penalidade por Memphis Depay ( N’Dicka foi expulso por cometer a Ronald Araújo na área).

De volta às meias-finais da Liga Europa três anos após o facto (em 2019 tombaram para o Chelsea, numa excursão em que eliminaram o Benfica), a equipa de Oliver Glasner vai defrontar o West Ham para tentar chegar ao último em Sevilha .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.